WDEV Na mídia

Cinco maneiras de combater fraudes

Portal Mundo do Marketing | 09 de Agosto de 2016

De acordo com o Susep (Superintendência de Seguros Privados), em 2015 houve um aumento de 3,8% dos sinistros ocorridos em seguros automotivos, com um total de R$ 20,4 bilhões em indenizações. Neste ano, apenas no primeiro trimestre, as empresas já gastaram R$ 5,28 bilhões, um aumento de 4,9% no mesmo período do ano passado.

 

Para mudar esse cenário, a tecnologia pode ser uma forte aliada, principalmente na prevenção de fraudes, pois auxilia nos serviços de vistoria do veículo, ou até mesmo para agilizar o processo de aviso de sinistro, funcionando como auditor das documentações que o segurado deve enviar. Confira cinco iniciativas para ajudar as seguradoras a minimizarem irregularidades no seguro auto:

 

1.        Invista em análise de dados

 

Atualmente, algumas seguradoras contam apenas com o diagnóstico de empresas terceirizadas de vistoria para realizar as análises ligadas à aceitação do seguro ou ao procedimento do sinistro ?" e precisam arcar com possíveis inconsistências nas informações recebidas. Por isso, é fundamental, que essas empresas entendam como as fraudes ocorrem e como evitá-las ao longo de todo o ciclo de vida do seguro automotivo. A partir de um mapeamento completo, é possível desenvolver estratégias mais eficientes com o objetivo de "tapar os pontos cegos" que existem no processo de vistoria prévia ou de constatação.

 

2.        Use a transformação digital a seu favor

 

O uso inteligente de dispositivos móveis pode ser muito útil na redução dos riscos das seguradoras, a partir da geração de informações do cliente e do veículo segurado, a fim de limitar cada vez mais a possibilidade de fraude. As seguradoras podem, para isso, utilizar aplicações mobile com diferentes tecnologias, como geolocalização, aceleração e captura de imagens/vídeos para garantir a melhor conferência dos dados no momento de um evento durante a vigência da apólice.

 

3.        Modernize processos que envolvam terceiros

 

Para agilizar os processos de contratação e regulação de sinistro, as seguradoras podem modernizar as formas de interação junto aos fornecedores contratados com as facilidades tecnológicas, como aplicações mobile para o envio das informações do cliente após a vistoria, funcionalidade para controle da agenda de vistorias e transmissão em tempo real das informações para a seguradora, garantindo que não haja perdas de comprovantes e documentos. Com iniciativas deste tipo, a companhia ganha mais segurança na relação com o prestador de serviço e ainda possibilita que mais atendimentos sejam realizados ao longo do dia.

 

4.        Combine processos atuais com ferramentas modernas

 

As seguradoras contam com empresas especializadas em vistoria, que em sua grande maioria adota o modelo exclusivamente presencial e nem sempre consegue garantir que sejam detectados todos os problemas com o veículo inspecionado. Para empresas que pretendem automatizar esse processo, o caminho ideal é combinar os procedimentos e técnicas já estabelecidas com soluções de tecnologia que possam otimizar etapas e, assim, aprimorar o processo aos poucos.

 

5.        Invista em soluções tecnológicas

 

Segundo a CNseg, atualmente 65% dos sistemas utilizados para a verificação de sinistros foram construídos internamente pelas áreas de tecnologia das seguradoras, o que resulta em possível sobrecarga da área que já é responsável por diversos processos internos. Para solucionar essa questão, já existem no mercado novas soluções criadas para automatizar o processo de vistoria.

 

Para saber mais, acesse o blog Insideseg, portal com conteúdo especializado no mercado de seguros e tecnologia: http://www.insideseg.com.br/solucoes-tecnologicas-contra-fraudes-de-seguro-automovel/

Compartilhar
Facebook
Twitter